Ambientes profissionais para T.I.

O curso de Especialização em Ambientes profissionais para T.I. é composto por três módulos de 120 horas cada: Práticas DEVOPS  (120 h), CODING Desenvolvimento Fullstack  (120 h) e Infraestrutura de Redes Nuvem e Segurança para TI (120h).

Objetivo

Os ambientes tecnológicos de sistemas computacionais mudaram muito nos últimos anos. Várias inovações e quebras de paradigmas aconteceram, tais como a alta velocidade das redes, a computação móvel, a infraestrutura de redes em nuvem, a necessidade extrema de segurança cibernética e a necessidade de acelerar e controlar o processo de desenvolvimento de software e de sistemas. O profissional de Tecnologia da Informação formado há alguns anos precisa se atualizar para ter o conhecimento profissional necessário para continuar atualizado e competitivo nesse novo ambiente digital.

Aspectos de desempenho, disponibilidade, eficiência operacional, novas linguagens de programação, Cloud, Dovops e segurança digital são pilares de extrema importância, e devem ser aprendidos para garantir que a TI possa gerar valor e vantagem competitiva para uma organização.

Desta forma, cada vez mais o domínio das novas tecnologias são fundamentais e desempenham um papel estratégico fundamental nas organizações contemporâneas.

Nesse curso, o aluno será capaz de compreender a arquitetura das redes de computadores, computação em nuvem e paradigmas de segurança cibernética, por meio do estudo dos seus principais elementos como interfaces, protocolos, algoritmos e padrões. O aluno também será capaz de aplicar e analisar os conceitos estudados, desenvolvendo ambientes e explorando algoritmos e linguagens de programação para frontend e backend e aprendendo conceitos importantes de métodos ágeis e devops.

Público-alvo

Engenheiros, bacharéis da área de T.I., analistas e tecnólogos de redes e infraestrutura de TI, além de outros profissionais de nível superior que já trabalham na área e interessados em se atualizar sobre o cenário atual das tecnologias emergentes para infraestrutura de TI, e como enfrentar seus desafios.

Mais Informações

Início do Curso
Março de 2022
Dias e Horários de aula
Módulo: Infraestrutura de Redes Nuvem e Segurança para TI - Sextas-feiras, das 19h às 22h30 e Sábado, das 8h30 às 12h
Módulo: Práticas DEVOPS - Terças e quartas-feiras, das 19h às 22h30

Investimento por Módulo (120 horas)
Matrícula
O valor correspondente ao desconto por período (somente matrícula) é concedido de acordo com a data de pagamento da taxa de Reserva
Mensalidades
5 parcelas de R$ 1.580,00*

Até 30 de outubro R$ 1.280,00*

DESCONTOS

Ex-aluno graduado na Mauá: 10%
Grupos (2 ou mais alunos): 10%
Associados da AEXAM (ex-alunos): 15%
Ex-aluno graduado na Mauá em 2020: 30%
Empresas conveniadas (a consultar)

Veja opção de financiamentopor módulo
Taxa de Reserva: R$280,00

O pagamento poderá ser efetuado por meio de boleto, cartão de débito ou crédito.
Na efetivação da matrícula essa Taxa de Reserva será deduzida do valor da matricula. Em caso de desistência da matrícula o valor da taxa de reserva não será devolvido e a retenção se faz necessária para pagamento das despesas administrativas relativas ao processo seletivo, conforme preconizado no Código de Defesa do Consumidor. Caso não haja número de alunos interessados para formação de turma, o valor correspondente à Taxa de Reserva será devolvido integralmente.

*Valores praticados em 2021, sujeitos a correção por índices inflacionários para o período de 2022

Coordenação

Ana Paula Gonçalves Serra

Doutora em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Professora concursada nas disciplinas de Engenharia de Software e Projeto Integrador nos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Big Data na FATEC-Ipiranga. Professora nas disciplinas de DEVOPS e Engenharia de Software no curso de Engenharia da Computação no do Instituto Mauá de Tecnologia.

Ricardo Girnis Tombi

Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade São Judas Tadeu, Mestrado e Doutorado (em andamento) em Engenharia na área de Redes e Telecomunicações pela Escola Politécnica da USP. Especializações em Arquitetura e Redes de Computadores (Larc/USP), Administração de Empresas (CEAG/FGV) e Engenharia da Qualidade (Pece/USP). Profissional com ampla e sólida experiência adquirida ao longo de 28 anos ocupando cargos como Diretor Global de Serviços, Gerente de Engenharia e Pré-Vendas, Engenheiro de Redes e Especialista em Redes Ópticas. Como professor, experiência de 19 anos lecionando em cursos de engenharias e tecnologia da informação.

Módulos do curso

CODING Desenvolvimento Fullstack

Arquitetura de Sistemas

16 h

Está disciplina tem por objetivo apresentar o processo de elaboração de arquiteturas de sistemas computacionais. Quais são as funções do arquiteto de sistemas, as divisões de sistemas em camadas, micro serviços e APIs. Também faz parte do escopo da disciplina abordar a arquitetura de sistemas distribuídos, sistemas multiplataforma, banco de dados distribuídos, webservices e afins.

Programação Backend e Banco de Dados

32 h

Está disciplina tem por objetivo introduzir o conceito de projeto e implementação de sistemas backend. O backend de uma aplicação é o conjunto de tecnologias responsáveis por executar as lógicas de negócio das aplicações, sejam elas aplicativos, sites ou outros sistemas. Além das ferramentas para implementação da lógica de negócios, a forma de servir essas informações e os protocolos de comunicação fazem parte do escopo desta disciplina.

Programação Frontend

32 h

Esta disciplina tem por objetivo apresentar aos alunos os conceitos fundamentais da construção de aplicações do tipo frontend. Compreender a forma como as aplicações são elaboradas, quais são os elementos estruturantes das interfaces e a necessidade de construir sistemas adaptáveis ao contexto do usuário fazem parte do escopo desta disciplina. Além das ferramentas de estruturação básica, os principais frameworks utilizados no mercado para a criação de aplicações frontend além de sua integração com sistemas backend serão apresentados.

Programação para Mobile

28 h

Está disciplina tem por objetivo apresentar aos alunos os conceitos necessários para atuar no mercado de desenvolvimento mobile. Ela vai apresentar quais são os tipos de tecnologias utilizadas para desenvolver aplicações móveis hibridas e nativas, bem como a diferença entre elas.

Também faz parte do escopo da disciplina apresentar uma ferramenta para desenvolvimento de aplicações móveis hibridas. O processo da preparação do ambiente para desenvolver as aplicações. Durante a elaboração das aplicações, os elementos mais utilizados para realizar a entrada e saída de dados com o usuário serão abordados. Aplicações de diversas telas, que acessão hardware do aparelho (câmera e geolocalização) e que realizam persistência local de dados serão abordados. Além do consumo de recursos locais, o consumo de dados de APIs apertas e personalizados serão abordados, bem como o processo de realizar o deploy dessas aplicações.

UI/UX

12 h

Está disciplina tem por objetivo apresentar as técnicas para definição da interface com o usuário da aplicação e sua experiência durante a utilização de um sistema. A organização e estruturação de conteúdo baseado em tela, definição de objetivos e estratégia, até a criação de wireframes e maquetes visuais. Fazem parte do escopo da disciplina a elaboração de designs de aplicativos móveis, levando em consideração as diferenças entre as diferentes plataformas que os usuários possam consumir esses conteúdos (aplicativos móveis e WEB). Além da elaboração de wireframe para projetos digitais utilizando ferramentas de prototipação.

Infraestrutura de Redes Nuvem e Segurança para TI

Gerenciamento, Integração e Monitoramento

16 h

Nesta disciplina serão estudados aspectos de gerenciamento, integração e monitoramento, incluindo network slicing, multi-cloud operation, grafana, prometheus, e DevOps.

Micro serviços e Containers

12 h

Nesta disciplina os ceonceitos de microserviços e containers são apresentados e testados na prática com a utilização de docker, docker Swarm (clusterização) e Kubernetes.

Pilares fundamentais da Computação em Nuvem - Certificação AWS

40 h

Esta disciplina estuda plataformas e arquiteturas de nuvens públicas. Os elementos principais de uma arquitetura são detalhados, como computação, armazenamento, banco de dados, redes, balanceamento de carga, esacalonamento automático e segurança.

Nesta disciplina será utilizada a infraestrutura da AWS, com aulas práticas em laboratórios customizados para o aprendizado dastecnologias e professores ceritificados.

Nota 1: ao término da disciplina o aluno terá a base de conhecimento necessária para realizar a prova de certificação AWS Cloud Practioner.

Nota 2: De acordo com a política vigente no  período do curso, o aluno terá um voucher de desconto para a realização da prova de certificação.

Redes de Computadores

40 h

Esta disciplina tem o objetivo de capacitar o estudante a compreender os mecanismos de funcionamento da infraestrutura de comunicação de dados nas redes de computadores contemporâneas, reconhecer e compreender a função de seus principais componentes, serviços e equipamentos e aplicá-los de modo eficiente de acordo com cada necessidade específica de projeto e suporte. Serão apresentados os principais mecanismos das redes de computadores, baseados na modelo de referência OSI, com seus elementos de rede, protocolos, incluindo técnicas de switching  e routing, estruturação de redes corporativas, e visão de futuro pormeio donovo paradigma de redes SDN.

Segurança Cibernética

12 h

Esta disciplina inclui a elementos de segurança da informação e privacidade de dados, incluindo temas como ataques, contramedidas, infraestrutura de segurança, políticas internas e implementação, e a LGPD.
Serão apresentadas as ferramentas de segurança, de análise de tráfego, desempenho e de resolução de problemas, disponíveis atualmente, e como elas se integram para fornecer uma melhor abordagem de segurança para as infraestruturas de TI.

Práticas DEVOPS

Arquitetura de Microsserviços

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar a proposta de arquitetura de microseserviços, suas vantagens em relação a arquitetura monolito para um ambiente DEVOPS, implementando soluções de orquestração de containers, criando APIs (Application Programming Interface), utilizando tecnologias de containers e sua implantação.
As ferramentas utilizadas são: Docker, Kubernetes, Lambda, Knative e  Kafka.
Nesta disciplina o estudante continua o projeto de pipeline, considerando a proposta de arquitetura de microsserviços e orquestração de containers.

Infra como Código

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar as principais ferramentas de provisionamento de nuvem como código e como essa automatização pode ser vantajosa, construindo uma infraestrutura como código nos principais provedores de nuvem do mercado (AWS, Azure e Google Cloud), além de demonstrar boas práticas no desenvolvimento de código para provisionamento de nuvem.

As ferramentas utilizadas são: Ansible e Terraform.

Nesta disciplina o estudante continua o projeto de pipeline, implementando código para criação de infraestrutura de nuvem.

Integração, Entrega e Implantação Contínua

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar como a integração, entrega e implantação contínua são aplicadas no DEVOPS, como essas práticas automatizam os aspectos das fases de desenvolvimento e entrega, além da importância sobre versionamento de código e qual impacto no desenvolvimento de software, infraestrutura como código e na implantação contínua.

As ferramentas utilizadas são: Maven, Git, GitHub, GitLab e Jenkins.

Nesta disciplina o estudante inicia  o projeto de pipeline, considerando código e versionamento, testes automatizados e integração contínua.

SCRUM e DEVOPS

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar os  princípios,  valores e práticas do desenvolvimento ágil, a utilização do framework SCRUM (SCRUM Time, Eventos do SCRUM e Artefatos do SCRUM) no desenvolvimento de software, com a utilização de user stories, planning poker e como o SCRUM é utilizado no DEVOPS. Também será apresentada uma visão geral do DEVOPS, seus pilares, ferramentas e os impactos da adoção e implantação do DEVOPS nas organizações e na sociedade.

Para essa disciplina será utilizada “DevOps with Chocolate, LEGO and Scrum Game”, dinâmica de entendimento e prática de um processo de desenvolvimento tradicional, mudança para o SCRUM e mudança para o DEVOPS com uma análise prática de cultura, colaboração, equipes multifuncionais, agilidade e MVP (Minimum Viable Product).

As ferramentas utilizadas são: Trello e Jira. 

SRE (Site Reliability Engineer) e Monitoramento Contínuo

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar as principais práticas de SRE (Site Reliability Engineer)  que podem ser adotadas para permitir que as equipes de DevOps escalem seus serviços com segurança, qualidade e confiabilidade. Além de apresentar conceitos e aplicações de monitoramento contínuo do desenvolvimento a operação, tratamento de incidentes e monitoramento pró-ativo.

As ferramentas utilizadas são: Prometheus e Jmeter.

Nesta disciplina o estudante finaliza o projeto de pipeline, criando métricas de desempenho de monitoramento de todo o pipeline DEVOPS. Como referência será utilizado o programa de pesquisa State of DevOps do DORA (Google).

Testes Automatizados

20 h

Esta disciplina tem o objetivo de apresentar como um dos pilares do DEVOPS, Testes Automatizados, pode ser utilizado no desenvolvimento de software, aplicando testes de unidade, teste de integração e teste de aceitação de forma automatizada. Serão utilizadas técnicas de BDD (Behavior Driven Development) e TDD (Test Driven Development).

As ferramentas utilizadas são: JUnit, Maven, Cucumber e Selenium.  

Corpo Docente

Ana Paula Gonçalves Serra

Doutora em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Mestre em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Professora concursada nas disciplinas de Engenharia de Software e Projeto Integrador nos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Big Data na FATEC-Ipiranga. Professora nas disciplinas de DEVOPS e Engenharia de Software no curso de Engenharia da Computação no do Instituto Mauá de Tecnologia.

Antonio Sergio Ferreira Bonato

Mestre em Engenharia Elétrica pela Poli/USP e Bacharel em Ciência de Computação pela Unicamp. Possui os certificados Project Management Professional (PMP®) e Sun Java Certified Programmer (SCJP). É professor de graduação nos cursos de Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Sistemas de Informação da USJT. Agente Fiscal de Rendas na Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, onde já atuou como Diretor do Centro de Desenvolvimento de Sistemas e Diretor do Departamento de Tecnologia de Informação. Atualmente é Cientista de Dados na Assessoria de Políticas Tributárias e Econômicas do Gabinete do Secretário da Fazenda e Planejamento. Possui mais de 25 anos de experiência em TI.

Edson Saraiva de Almeida

Mestre em Engenharia da Computação pelo IPT/USP, Licenciado em Matemática pela Universidade Católica de Santos. Professor na Fatec nas disciplinas de Testes de Software e Programação para Web. Experiência em consultoria de planejamento e avaliação do desempenho de processos de desenvolvimento de software, utilizando os modelos CMMi, MPS.BR, ISO 29110 e Scrum.

José Castillo Lema

Consultor Cloud em projetos relacionados a Network Function Virtualization (NFV). Graduação em Engenharia de Computação pela Universidade de A Coruña e doutorado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Há 6 anos projeta e implementa soluções IaaS/PaaS, OpenStack e Kubernetes/OpenShift, e ministra cursos de pós-graduação há 4 anos. AWS Educate Cloud Ambassador e AWS Academy Accredited Educator.

Murilo Zanini de Carvalho

Possui graduação em Tecnologia Eletrônica - ênfase em Automação Industrial pela Faculdade de Tecnologia de São Bernardo do Campo (FATEC-SBC) em 2009 e em Tecnologia Mecatrônica pela Faculdade SENAI de Tecnologia Mecatrônica em 2011, com mestrado em Engenharia da Informação pela Universidade Federal do ABC (UFABC, Santo André, SP) em 2012. Atualmente é professor no Instituto Mauá de Tecnologia e na Faculdade de Tecnologia de Santo André. Tem experiência na área de Ciência da Computação, Robótica e Mecatrônica, atuando principalmente nos seguintes temas: Programação de Dispositivos Móveis Nativos e Híbridos, Paradigmas de Programação, Algoritmos e Estrutura de Dados, Robôs Móveis, Sistemas Multi Robóticos, Sistemas Embarcados, Dispositivos Inteligentes, Aplicações com Internet das Coisas , Inteligência Artificia e Aprendizado de Máquina.

Ricardo Girnis Tombi

Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade São Judas Tadeu, Mestrado e Doutorado (em andamento) em Engenharia na área de Redes e Telecomunicações pela Escola Politécnica da USP. Especializações em Arquitetura e Redes de Computadores (Larc/USP), Administração de Empresas (CEAG/FGV) e Engenharia da Qualidade (Pece/USP). Profissional com ampla e sólida experiência adquirida ao longo de 28 anos ocupando cargos como Diretor Global de Serviços, Gerente de Engenharia e Pré-Vendas, Engenheiro de Redes e Especialista em Redes Ópticas. Como professor, experiência de 19 anos lecionando em cursos de engenharias e tecnologia da informação.

Rodrigo Bossini Tavares Moreira

Mestre em Ciência da Computação pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (2013). É professor da Universidade São Judas Tadeu, do Instituto Mauá de Tecnologia e do Centro Paula Souza. Possui as certificações AWS Cloud Practitioner, SCJP 1.6 e SCWCD 1.5. Graduado em Ciência da Computação pelo Centro Universitário FIEO (2009).

Tiago Sanches da Silva

Graduado em Engenharia de Computação pelo Instituto Mauá de Tecnologia (2011); Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (2016). Atualmente é professor do Instituto Mauá de Tecnologia nos cursos de graduação e pós-graduação. Pesquisador e arquiteto de SW do Núcleo de Sistemas Embarcados (CEUN-IMT) em sistemas críticos. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Inteligência Artificial e ciência de dados aplicada, arquitetura web para aplicações na nuvem e sistemas microcontrolados. Como linha de pesquisa e estudos, tem interesse nos seguintes temas: Inteligência Artificial, Mineração de Dados, Big Data e Computação de Alto Desempenho.

>