Engenharia de Processos Aplicada a Unidades Industriais

Objetivo

Promover o conhecimento e habilidade para selecionar e dimensionar equipamentos da indústria de processos e especificar equipamentos e sistemas.

Público-Alvo

Profissionais graduados que desejam adquirir, atualizar e/ou aprimorar conhecimentos de Engenharia de Processos para atuarem na otimização de plantas industriais.

Mais Informações

Início do Curso
Agosto de 2019
Horário
Das 8h30 às 17h
Dias de aula
Sábados

Investimento
*Matrícula Mensalidades
5 parcelas de R$ 1.580,00**

Até 26 de junho R$ 1.440,00
Após 26 de junho R$ 1.580,00

DESCONTOS

Ex-aluno: 10%
Grupos (2 ou mais alunos): 10%
Associados da AEXAM (ex-alunos): 15%
Ex-aluno Mauá formado em 2018: 30%
Empresas conveniadas (a consultar)

Taxa de Reserva: R$280,00

O pagamento poderá ser efetuado por meio de cartão de débito ou crédito.
Na efetivação da matrícula essa Taxa de Reserva será deduzida do valor da matricula. Em caso de desistência da matrícula o valor da taxa de reserva não será devolvido e a retenção se faz necessária para pagamento das despesas administrativas relativas ao processo seletivo, conforme preconizado no Código de Defesa do Consumidor. Caso não haja número de alunos interessados para formação de turma, o valor correspondente a Taxa de Reserva será devolvido integralmente.

*Os valores correspondentes aos descontos por períodos serão concedidos de acordo com a data de pagamento da Reserva
**Valores já atualizados para 2019, sujeitos a correção por índices inflacionários para o período de 2020

Coordenação

Efraim Cekinski

Doutor em Engenharia pela Universite de Poitiers(França). Mestre em Engenharia Quimica pela USP. Engenheiro Quimico pela Mauá. Atua principalmente nos temas: fluidodinâmica computacional, agitação e mistura e produção de fertilizantes.

Disciplinas

Balanços e Métodos Computacionais na Engenharia

40 h

Exercitar os conceitos de balanço de massa e energia de maneira a otimizar processos industriais. Disciplina complementada com a modelagem e simulação computacionais de processos.

Equipamentos e Tecnologia de Processos

32 h

Apresentar aspectos técnicos importantes na seleção e comparação de equipamentos industriais, sob o ponto de vista prático.  Dividido em módulos como Sistemas de separação, trocadores de calor, agitação e mistura, sistemas de geração de vapor, movimentação de fluidos.

Fluxogramas e Instrumentação de Processos

16 h

Exercitar a execução de diagramas de blocos, fluxogramas de processo e de engenharia de maneira clara e eficaz. Integrar conhecimentos de instrumentação e controle de processos, envolvendo escolha de instrumentos, malhas típicas e protocolos de comunicação.

Otimização Energética em Plantas Industriais

8 h

Apresentar e discutir técnicas de otimização energética e de recursos hídricos em plantas industriais abordando temas como reaproveitamento de energia, uso de combustíveis renováveis, eficiência no uso da energia elétrica.

Segurança de Processos Industriais

12 h

Integrar conhecimentos de processos com as técnicas para avaliação de risco, como, por exemplo, o HAZOP em abordagem prática.

Tratamento Biológico de Efluentes Industriais

12 h

Abordar aspectos tecnológicos e inovações nos sistemas de tratamento de resíduos de plantas industriais de modo a reduzir os impactos ambientais e de gerar de valor a partir do tratamento de efluentes. 

Corpo Docente

Adriano Ferreira de Mattos Silvares

Doutor em Engenharia Química pelo programa sanduiche entre USP e a Universidade de Karlsruhe. Mestre em Engenharia Química pela USP. Graduado em Engenharia Química pela Mauá. Experiência no mercado de softwares para modelagem e simulação de processos.

Arnaldo Silva Neto

Engenheiro eletricista. Mestre em Gestão da Qualidade pela Unicamp. MBA em Negócios de Energia pela Fundação Dom Cabral e Desenvolvimento de Lideranças pela University of Virginia. Atua no setor elétrico em cargos Gerenciais e Executivos.

Celso Fernandes Joaquim Junior

Doutor em Engenharia Química pela UNICAMP. Mestre em Engenharia Industrial e Graduado em Engenharia Mecânica pela UNESP. Especialista em Metodologia do Ensino na Educação Superior. Diretor da Faculdade de Tecnologia de Botucatu-Fatec.

Danilo Piccolo Silva

Mestre em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos pela Mauá. Especialista em Engenharia Açucareira pelo Audubon Sugar Institute (EUA). MBA em Gestão de Projetos pela FGV. Engenheiro de Alimentos pela Mauá. Sócio-Diretor da Reunion Engenharia.

Efraim Cekinski

Doutor em Engenharia pela Universite de Poitiers(França). Mestre em Engenharia Quimica pela USP. Engenheiro Quimico pela Mauá. Atua principalmente nos temas: fluidodinâmica computacional, agitação e mistura e produção de fertilizantes.

Hugo Gabriel Scanavino

Graduado em Engenharia Mecânica pela UNIP. É sócio diretor da Flexihelp Engenharia. Atuou no segmento de engenharia de tubulações industriais como analista de flexibilidade, em mais de 150 projetos de centrais termelétricas no Brasil e no exterior.

José Alberto Domingues Rodrigues

Doutor em Engenharia Química pela UNICAMP. Mestre Engenharia Quimica e Engenheiro Quimico pela UFSCar. Pesquisa na área de conhecimento Engenharia de Processos Biológicos com ênfase em processos anaeróbios aplicados ao tratamento de águas residuárias.

Luciano Gonçalves Ribeiro

Possui Graduação, Mestrado e Doutorado em Engenharia Química pela Escola Politécnica da USP. MBA em Gestão Empresarial para Industria Química pela UFRJ. Possui Especialização em Administração Industrial e Engenharia da Qualidade pela Fundação Vanzolini- USP. Mais de 20 anos de experiência Profissional em Indústrias Químicas e Petroquímicas, atuando nas áreas de Gestão Industrial, Melhoria e Segurança de Processos e Gestão da Qualidade. Atua no Instituto Mauá de Tecnologia desde 2012, onde exerce, atualmente, a função de coordenador do curso de Engenharia Química

Suzana Maria Ratusznei

Doutora e Mestre em Engenharia Química pela UFSCar. Engenheira Química pela UEM. Experiência em pesquisa na área de Engenharia de Processos Biológicos, com ênfase em processos anaeróbios visando à produção de bioenergia e adequação ambiental de efluentes.

Valdir Melero Junior

Graduado como Engenheiro Eletricista pela Escola de Engenharia Mauá. Mestre em Eng. de Processos Químicos e Bioquímicos. Experiência nas áreas das Engenharias Elétrica e Eletrônica, atuação industrial e embarcada.

>