LABDESIGN Processos criativos, experiência e inovação

Grupo de Pesquisa: LABDesign: Processos criativos, experiência e inovação

Local: Estúdio de Design (Salas A1, E1, E3 e FAblab)

Professores pesquisadores:  

Prof.ª Dr.ª Agda Regina de Carvalho -  (agdacarvalho@maua.br) - Interlocutor
Prof.ª Dr.ª  Claudia Facca  -  (claudiafacca@maua.br)
Prof. Dr. José Carlos Carreira -  (jose.carreira@maua.br)
Prof.ª Dr.ª Marcia Cristina Gonçalves de Oliveira Holland - (marcia.holland@maua.br)
Prof.ª Dr.ª Ana Paula Scabello Mello - (anamello@maua.br)
Prof. Dr. Everaldo Pereira -  (everaldo@maua.br)
Prof. MSc. José Antonio Correa - (jose.correa@maua.br)

Descrição:

O grupo de pesquisa trata da investigação e compreensão de processos criativos para identificar métodos, dialogar com a cultura, projetar experiências e potencializar a inovação.

Na atualidade métodos tradicionais de produção estão convivendo com a conectividade e a interatividade de uma sociedade em rede dialogando, assim, com a oscilação e a pluralidade de acontecimentos.  Deste modo, é relevante o reconhecimento dos processos criativos tradicionais e contemporâneos, a compreensão das estruturas de produção para vislumbrar propostas e discussões de inovação e sustentabilidade, além de pensar projetos voltados para o futuro.

Para pensar a experiência observa-se a dinâmica das vivências projetuais, percursos colaborativos, sistemas adaptativos e métodos flexíveis, a partir da imprevisibilidade e da complexidade dos distintos contextos. A experiência, no que se refere ao humano, é a forma como se experiencia o mundo e as coisas, entre elas, os objetos, os serviços, os dispositivos, ou seja, é todo um sistema ativado por ações, processos e atitudes exploratórias, interativas e experimentais. O humano refere-se à condição do corpo físico e das relações com o entorno, aspectos que interessam e impactam no processo criativo, nos caminhos da inovação e no acontecimento da experiência, ao abordar o design na atualidade.  

Busca-se com as pesquisas uma abordagem multi-inter-transdisciplinar, com o cruzamento e a aproximação do campo do design, da tecnologia e da arte. Para tanto, opta-se por uma postura experimental e laboratorial, minuciosa no reconhecimento da cultura material e das implicações socioculturais com o uso da criatividade, tecnologia e de dispositivos na realização projetual e na interferência da experiência, no que se refere aos modos de uso, modos de viver e modos de produção.

Principal linha de pesquisa: Design e processos para cultura e inovação

Investigar metodologias ligadas aos estudos de futuros articulados com a cultura, com as práticas e processos produtivos. Investigar possibilidades de modos de viver, modos de produção e modos de uso com a articulação das práticas e das tecnologias, a partir de uma abordagem especulativa e ficcional, por meio da deriva, da etnografia e da fenomenologia.

Principal projeto de pesquisa: Entre Derivas: Design e Conectividade

Este projeto trata da leitura da diversidade de situações e processos de uma cultura por meio da investigação da deriva remota e presencial. A partir da ideia da deriva, que propõe a experiência por meio do deslocamento voluntário, observar a cidade como um espaço de investigação. Na atualidade a condição da deriva está presente também nas interações remotas, quando navegamos entre as redes sociais, pesquisamos ou levantamos dados, condição que interfere e pode redirecionar o fenômeno da experiência com um caminhar presencial. E é neste caminhar e vivenciar a cidade que são identificados comportamentos, práticas e processos, que dialogam com as manifestações culturais de uma região.