Notícias

Descubra qual é o ramo da Engenharia ideal para você!

01/06/2022 17:04

maua

A Mauá está com inscrições abertas para o Vestibular de Inverno 2022 e oferece vagas para cursos de Graduação nas áreas de Administração, Ciência da Computação, Engenharias (Alimentos; Civil; Computação; Controle e Automação; Elétrica; Eletrônica; Mecânica; Produção; Química), Design e Sistemas de Informação.

maua.br/vestibular

As áreas das Ciências estão em constante ascensão, pois trazem inovação e novas tecnologias à sociedade. Entre elas, estão as Engenharias, e seus profissionais trabalham arduamente em prol de recursos que facilitam o nosso dia a dia e melhoram a nossa qualidade de vida.

Engenheiros de todos os ramos têm sempre muitas oportunidades, são altamente requisitados e um dos mais bem remunerados no mercado de trabalho.

Agora, como descobrir a melhor área de atuação? Confira, a seguir, as principais características de cada ramo de Engenharia da Mauá!

ENGENHARIA DE ALIMENTOS
A área de produção de alimentos vem se desenvolvendo e a cada dia cresce a necessidade de profissionais especializados para atender essa demanda. O engenheiro de alimentos pode atuar nas mais diversas áreas relacionadas à cadeia alimentícia: Produção Industrial, Desenvolvimento de Produtos, Otimização de Processos, Garantia da Qualidade, Consultoria, Fiscalização ou até mesmo nas áreas comerciais e de marketing de produtos alimentícios.

ENGENHARIA CIVIL
Atualmente o ramo da Engenharia Civil avança muito em Tecnologia.
As cidades Inteligentes – ou Smart Cities – prometem proporcionar à sociedade um ambiente mais acolhedor e repleto de novos recursos que buscam facilitar o dia a dia, além de cuidar dos temas relevantes à nossa sobrevivência e ao futuro do Planeta: a busca por recursos e soluções mais sustentáveis nunca esteve tão em alta.
O novo profissional de Engenharia Civil será o responsável pela inovação na área, desenvolvendo novos formatos e soluções para o Transporte (portos, aeroportos, ferrovias, entre outros) e para as diversas obras civis, utilizando ferramentas como o BIM, uma plataforma da Autodesk que integra as todas as áreas e etapas do processo, podendo criar o que chamamos de gêmeos digitais, uma versão digital das obras ou reparos em andamento onde seja possível visualizar e testar ideias inovadoras.

ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO
O mercado de trabalho para o Engenheiro de Computação é amplo, promissor e altamente potencializado, pois a computação tem se tornado ubíqua e presente em todas as dimensões da sociedade para a criação de soluções para a integração de hardware e software de maneira ágil, segura e eficiente. Com isso, há oportunidades em empresas de diversos ramos de atividades e setores.

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO
Com a 4.ª Revolução Industrial e a Indústria 4.0, vemos cada vez mais robôs dominando as linhas de produção na fabricação de produtos em massa.
Agora, o que o futuro breve nos reserva é proporcionar o contato cada vez maior com máquinas que sairão do ambiente industrial e passarão a fazer parte de nosso cotidiano e de nossas casas para executarem algumas tarefas e trabalharem na resolução de problemas – a chamada Robótica de Serviço!
Para essa novidade, o mercado precisará de profissionais capacitados para trabalharem não só no desenvolvimento (físico – hardware, softwares) e manutenção desses robôs, como também na elaboração de algoritmos para permitir que essas máquinas aprendam de forma independente (Machine Learning – Inteligência Artificial), por meio de linguagens de programação.

ENGENHARIA ELÉTRICA
A Engenharia Elétrica está no nosso cotidiano, presente nas diversas áreas industriais, em Sistemas de Transporte, na Automação de instalações elétricas prediais e comerciais, entre outras.
O engenheiro eletricista atua na geração, distribuição e conversão eficiente da energia elétrica - GTD. Muito além da geração convencional (hidráulica ou térmica), hoje é questão obrigatória a análise de fontes alternativas de energia (eólica, solar etc.). Adicionalmente, é crescente a busca por novas fontes de energia elétrica alternativa e por projetos que resultem num melhor aproveitamento da energia e em eficiência energética.
Cada vez mais, as unidades geradoras de pequeno porte estão presentes, levando os profissionais a desafios crescentes na área de distribuição de energia, convergindo para redes inteligentes e toda uma nova regulamentação do setor. Esses aspectos são ainda mais evidenciados pela imensidão territorial de nosso País.

ENGENHARIA ELETRÔNICA
A Engenharia Eletrônica está em nosso cotidiano, presente nas mais diversas áreas: Comunicação e Telecomunicações, Transporte, Sistemas Computadorizados, Controle de Processos, Entretenimento, Segurança, Automação Predial e Industrial, Indústria de Eletrodomésticos e Equipamentos Médicos, entre muitas outras.
Essa amplitude de aplicações para o engenheiro eletrônico, com uma formação ampla e diversificada, faz com que o profissional esteja preparado para assumir projetos que vão desde minúsculos circuitos eletrônicos até imensas redes de comunicação.
Internet das Coisas (IoT) e Machine Learning, Eletrônica de Potência, Tratamento de Sinais (monitoramento, processamento e análise de sinais), Segurança da Informação, setor Automotivo e os novos veículos híbridos e elétricos, são áreas em ascensão que necessitam diretamente das ações desse profissional.

ENGENHARIA MECÂNICA
A Engenharia Mecânica trabalha por soluções para satisfazer necessidades da sociedade com tecnologias apropriadas. Para isso, ela projeta e desenvolve processos de fabricação de produtos consumidos no cotidiano, de máquinas e equipamentos industriais e de instalações industriais e de geração ou transformação de energia.
O engenheiro mecânico poderá desenvolver atividades nas áreas de Projeto, Fabricação, Manutenção e Serviços, desenvolvendo produtos de consumo, projeto de máquinas, instalações industriais, equipamentos de processos, ferramentas e meios para fabricar máquinas e produtos, além de administrar a manufatura, aplicar técnicas para garantir que máquinas e instalações estejam sempre operantes e utilizar competências técnicas e gerenciais em compras, vendas, marketing industrial e assistência técnica de produtos de alta tecnologia.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
Falar do profissional de Engenharia de Produção é, a princípio, pensar naquele que trabalha na maior parte do tempo no chão de fábrica, apto a pensar nos processos produtivos e na gestão das pessoas, com o objetivo de melhorar e otimizar os recursos, diminuir tempo de produção, custo, entre outras coisas.
Hoje, entretanto, é comum ver esses mesmos profissionais trabalhando na área financeira. Mas o que mudou?
Com a Pandemia nós pudemos perceber sérios problemas nas áreas de Supply Chain – cadeia de Logística e Suprimentos: a distribuição de oxigênio, a criação de hospitais de campanha, a distribuição das vacinas, são somente alguns dos pontos críticos deste período que merecem ser revistos.
Com isso, é notória a necessidade de profissionais que tenham uma visão mais sensível, apta a abranger o todo, pensar em soluções mais assertivas e, com isso, chegar ao resultado desejado pelas empresas.
Hoje, o Engenheiro de Produção saiu do chão de fábrica e passou a ocupar, também, altos cargos nas áreas de Gestão, Financeira, Marketing, entre outros, por possuir conhecimento técnico e científico, além de uma visão sistêmica e empreendedora para resolver problemas.

ENGENHARIA QUÍMICA
Essa é a área mais abrangente da Engenharia e compreende todas as etapas de criação, desenvolvimento, melhoramento e aplicação dos processos químicos e bioquímicos e dos seus produtos. Compreende o projeto, a construção, o dimensionamento, a gestão, a operação e o controle de plantas industriais que realizam esses processos, incluindo a disposição e o tratamento de resíduos, o monitoramento e a redução de impactos ambientais e o controle de poluição ambiental (ar, água e solo).
O Engenheiro Químico pode atuar em indústrias, nas quais a química se faz presente, em empresas de serviços e consultorias; laboratórios; institutos de pesquisas; instituições públicas e universidades. Nesses setores ele pode atender várias áreas de atuação, como engenheiro de: projeto, produto, processo, produção, desenvolvimento, manutenção, segurança, qualidade, aplicações, assistência técnica, suprimentos e vendas; diversos cargos em nível de gerência, pesquisador e professor.
O campo de atuação compreende todas as indústrias: petroquímica, polímeros, química fina, inorgânica, polpa de celulose e papel, tintas, vernizes, explosivos, farmacêutica, alimentos, tratamento de águas, cerâmica, cimento, vidro, galvanoplastia e outras.

ACESSE: MAUA.BR/GRADUACAO E CONHEÇA TODOS OS NOSSOS CURSOS!

4 bolsas de estudo serão ofertadas no Vestibular de Inverno 2022, uma para cada área: Administração, Design, Engenharias e TI. Inscreva-se agora mesmo e participe do processo seletivo!

#Engenharia #EngenhariaMaua #EngenhariaDeAlimentos #EngenhariaCivil #EngenhariaDeComputacao #EngenhariaDeControleEAutomacao #EngenhariaEletrica #EngenhariaEletronica #EngenhariaMecanica #EngenhariaDeProducao #EngenhariaQuimica #Vestibular #VestibularMaua2022 #vempraMaua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *