Tecnologia e Gestão BIM


Codigo Carga Horária
T E L/P CHT
ETC108 0 0 2 80

Ementa

Ciclo de vida dos empreendimentos. BIM 5D. Fluxo de trabalho BIM. Gestão de pessoas. Plano de Execução BIM. Interoperabilidade, comunicação entre as disciplinas, formato IFC - Industry Foundation Classes e OpenBIM, BCF- BIM Collaboration Format. Programação, Planejamento e Controle de todas as etapas de uma Obra Civil. Gestão de modelos federados. Virtual Design Construction- VDC, seções ICE, Lean Construction e BIM. Gerenciamento ágil na construção civil, PMBOK. BIM no contexto da inspeção e gestão da obra. Gestão de riscos, otimização da produtividade. Logística do canteiro, inovações tecnológicas na obra. Modelo digital da construção, gêmeos digitais. Simulação da construção, softwares BIM para acompanhamento da obra. BIM na operação e manutenção.

Descrição

Esta disciplina é de grande contribuição ao aprendizado do aluno, conduzindo e estimulando o futuro profissional há ter uma visão de ¿projeto¿ com adequado grau de maturidade da tecnologia Bim como embasamento para a elaboração dos processos que compõe uma construção. A concepção do empreendimento se inicia com a percepção das necessidades do cliente, bem como a orientação adequada para que sejam definidas premissas baseadas nas expectativas e limitações, sejam essas de caráter técnico, financeiro, temporal, social ou ambiental. Assim sendo, é possível através da integração multidisciplinar, conceber o ¿projeto¿ através de modelagem da informação, a partir de um estudo de massa para a análise da viabilidade do empreendimento, que evolui com o auxílio de ferramentas e trabalho colaborativo gerando uma pré-construção, favorecendo a análise do escopo adotado, permitindo simulações, antecipando possíveis problemas que podem ser de concepção, implantação da obra, movimentações de máquinas, equipamentos, pessoas, acessos, canteiro de obras, segurança e conflitos multidisciplinares. A utilização de planejamento ágil, facilita a identificação de caminhos críticos e descontinuidades das atividades, que caracterizam estoques desnecessários de pessoas e /ou insumos. As ações integradas Bim, proporcionam assertividade na orçamentação baseada em componentes paramétricos, reduzindo ou eliminando aditivos nas medições. Esta sistemática de trabalho, reduz falhas e retrabalhos, já que o tempo de dedicação à pré-construção permite a detecção de incompatibilidades e simulações como por exemplo, a de eficiência energética. Adequado repositório de informações que se inicia em fase de elaboração do modelo de projeto, ajusta-se no modelo de construção e complementa-se através de as-built, permite adequado controle e manutenção de ativos, ajustes de espaços e rotas de circulação, favorecendo o desempenho durante a vida útil do empreendimento.

Responsável

Foto Professor

Elizabeth Montefusco

Mais Informações

Bibliografia

Básica

  • EASTMAN, Chuck et al. Manual de BIM: um guia de modelagem da informação da construção para arquitetos, engenheiros, gerentes, construtores e incorporadores. SANTOS, Eduardo Toledo (Rev.). Porto Alegre: Bookman, 2014. 483 p.
  • LEUSIN, Sérgio Roberto. Gerenciamento e Coordenação de Projetos BIM: um guia de ferramentas e boas práticas para o sucesso do empreendimento. Rio de Janeiro: Elsevier, c2018. 153 p. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018.
  • OLIVEIRA, Adriano de; CAMPOS NETTO, Claudia. Autodesk Navisworks 2017: conceitos e aplicações. 1. ed. Rio de Janeiro: Érica/Saraiva, c2017. 175 p.

Complementar

  • AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO. Coletânea Guias BIM ABDI ¿ MDIC. Brasília: ABDI-MDIC, 2017. Disponíveis em: https://www.abdi.com.br/projetos/modernizacao-da-construcao. Acesso em 17/08/2020.
  • CAMPESTRINI, T. F. et al. Entendendo BIM. Curitiba: UFPR, 2015.e-book Disponível em: http://www.gpsustentavel.ufba.br/documentos/livro_entendendo_bim.pdf. Acesso em 17/08/2020.
  • CAREZZATO, Gustavo Gonçalves. Protocolo de gerenciamento BIM nas fases de contratação, projeto e obra em empreendimentos civis baseado na ISO 19650. 2018. Dissertação- Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo.online
  • CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO. Implementação do BIM para construtoras e incorporadoras. Brasília: CBIC, 2016. v. 1. 124 p. (Coletânea).
  • SAMPAIO, José Carlos de Arruda. PCMAT: programa de condições e meio ambiente do trabalho na indústria da construção. São Paulo, SP: Pini, 1998. 193 p.
  • SOUZA, Roberto de; CTE. Sistema de gestão da qualidade para empresas construtoras. São Paulo, SP: PINI, 1995. 247 p.