Gerenciamento de Áreas Contaminadas


Codigo Carga Horária
T E L/P CHT
ETC419 0 2 0 40

Ementa

Conceitos básicos de química, características do solo e das águas subterrâneas e suas interações. Desengenharia e passivos ambientais. Fontes de poluição e tipos de contaminantes. Construção de modelo conceitual. Etapas do gerenciamento de áreas contaminadas e tecnologias de remediação e biorremediação. Áreas contaminadas críticas. Reabilitação de áreas contaminadas.

Descrição

Até dezembro de 2020, foram identificadas mais de 6 mil áreas contaminadas no Estado de São Paulo. Estas áreas apresentam risco à saúde da população e, por isso, têm seus usos restringidos. 30% delas, no entanto, já foram reabilitadas, enquanto as demais estão em processo de investigação, remediação ou monitoramento para encerramento do processo de remediação. Assim, o objetivo da disciplina é fornecer ao estudante uma visão abrangente do gerenciamento de áreas contaminadas, provendo conceitos básicos de interação solo-água-contaminantes, de forma a avaliar as tecnologias de remediação mais adequadas para as áreas contaminadas a fim de reabilitá-las. Para isso, a disciplina também supri os estudantes de conhecimentos sobre as tecnologias de remediação e biorremediação, tanto in situ como ex-situ.

Responsável

Foto Professor

Gabriela Sa Leitao de Mello

Mais Informações

Bibliografia

Básica

  • BALLESTA, R. J. Introducción a la contaminación de suelos. Madrid: Mundi-Prensa, 17 out. 2017.