edição 87 - Novembro de 2017

Instituto Mauá de Tecnologia realiza a 14.ª Feira de Ciências do PROALFA

A Feira aconteceu no último dia 27 de outubro no Campus de São Caetano de Sul

O reitor da Mauá, prof. José Carlos de Souza Junior, visitou os estandes, ouvindo a apresentação de todos trabalhos.

Além de preocupar-se com a formação acadêmica de seus alunos e investir constantemente em melhorias para uma atuação profissional de destaque no mercado, o Instituto Mauá de Tecnologia também prioriza a capacitação social de seus estudantes.

Neste ano, mais uma vez, os alunos da Mauá, de maneira voluntária, estiveram à frente da 14.ª Feira de Ciências do PROALFA, Projeto de Alfabetização de Jovens e Adultos (PROALFA), que aconteceu no Campus São Caetano do Sul.

Os 82 alunos do PROALFA desenvolveram temas relativos às Engenharias - Engenharia Civil, de Alimentos, Elétrica e Engenharia Química, totalizando 6 trabalhos que foram apresentados às suas famílias, amigos e ao reitor do Instituto Mauá de Tecnologia, prof. José Carlos de Souza Junior.

Um dos destaques desta edição foi a inclusão de um grupo de pessoas com deficiência auditiva, orientado por um aluno da Mauá, que também é portador da deficiência, além de um professor especialista na alfabetização por meio da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

Neste ano, a 14.ª Feira do Proalfa trabalhou temas relativos às Engenharias com os alunos do projeto.

"O PROALFA oferece grande contribuição para a comunidade de São Caetano do Sul. Ao longo dos últimos 19 anos, o projeto tem ajudado a erradicar o analfabetismo na cidade. Além disso, esses jovens e adultos também favorecem o processo de formação dos alunos da Mauá, proporcionando uma vivência sem igual na vida de cada um deles", afirma a coordenadora do PROALFA e professora da Mauá, Edilene Adell.

Sobre o PROALFA  

Resultado de convênio entre a Prefeitura de São Caetano do Sul e o Instituto Mauá de Tecnologia, o PROALFA foi iniciado em 1999 com o objetivo de erradicar o analfabetismo no município. O projeto conta atualmente com nove núcleos e 12 orientadores, dos quais 11 são alunos da Mauá. Há uma turma de deficientes auditivos, que conta com uma professora especialista nessa metodologia e que desenvolve um trabalho diferenciado de alfabetização utilizando a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

Acompanhe a Mauá nas Redes Sociais
Instituto Mauá de Tecnologia - Todos os direitos reservados 2022 ©