Vantagens Competitivas da Indústria 4.0

Objetivo

Capacitar os profissionais a:

  • Conhecer o conceito da 4ª revolução industrial e seus principais impactos sociais, ambientais e econômicos;
  • Conhecer novos modelos de negócios, de fabricação e distribuição;
  • Entender a metodologia Lean como pré-requisito para ingressar no cenário 4.0;
  • Entender a importância da captura e análise correta de dados para liderar o mercado;
  • Posicionar-se de forma adequada, atualizada e assertiva no novo cenário empresarial;

Compreender a real importância e responsabilidade dos recursos humanos frente à 4ª Revolução Industrial.

Público-alvo

Profissionais das áreas de Engenharia, Administração, Tecnologia, Medicina, Biologia, Matemática, Estatística, Design, Arquitetura, Agronomia, Tecnologia da Informação e Telecomunicações, além de empreendedores e interessados em geral.

Mais Informações

Início do Curso
Março de 2020
Horário
Das 19h às 22h30
Dias de aula
Terças e quintas-feiras

Investimento
*Matrícula Mensalidades
5 parcelas de R$ 1.580,00**

Até 26 de junho R$ 1.440,00
Após 26 de junho R$ 1.580,00

DESCONTOS

Ex-aluno: 10%
Grupos (2 ou mais alunos): 10%
Associados da AEXAM (ex-alunos): 15%
Ex-aluno Mauá formado em 2018: 30%
Empresas conveniadas (a consultar)

Taxa de Reserva: R$280,00

O pagamento poderá ser efetuado por meio de cartão de débito ou crédito. 
Na efetivação da matrícula essa Taxa de Reserva será deduzida do valor da matricula. Em caso de desistência da matrícula o valor da taxa de reserva não será devolvido e a retenção se faz necessária para pagamento das despesas administrativas relativas ao processo seletivo, conforme preconizado no Código de Defesa do Consumidor. Caso não haja número de alunos interessados para formação de turma, o valor correspondente a Taxa de Reserva será devolvido integralmente.

*Os valores correspondentes aos descontos por períodos serão concedidos de acordo com a data de pagamento da Reserva 
**Valores já atualizados para 2019, sujeitos a correção por índices inflacionários para o período de 2020

Coordenação

Antonio Carlos Dantas Cabral

Doutor em Engenharia de Produção pela USP. Mestre em Food Science - RUTGERS - The State University of New Jersey. MBA em Marketing pela FGV. Engenheiro de Alimentos pela Unicamp. Experiência como gestor de desenvolvimento de sistemas de embalagem em grandes empresas.

Ari Nelson Rodrigues Costa

Engenheiro Eletrônico pela POLI/USP, Físico pela USP, pós-graduado em Engenharia da Qualidade pela POLI/USP, em Engenharia de Embalagem pela Michigan State, e em Engenharia de Processos Industriais pelo IMT. Mestre em Engenharia Industrial pelo IMT. Doutorando em Sistemas Agroindustriais Sustentáveis pela UNICAMP. Experiência internacional em transferência de tecnologia, atuando nas áreas de automação, telecomunicações, gestão de produto, processos, qualidade de indústrias de diversos segmentos. Professor do Centro Universitário da Mauá. Pesquisador do Centro de Pesquisas do IMT no Núcleo de Sistemas Produtivos Inteligentes.

Camilla Dojicsar Alves de Macedo

Mestranda em Engenharia Mecânica na FEI, pós-graduada em Gerenciamento de Projetos pela USP e graduada em Engenharia de Produção pela FEI, atuou em diferentes departamentos industriais como Indústria 4.0, otimização de processos, engenharia de projetos, produção, sistemas de qualidade, EHS, inovação, gestão do conhecimento e TI. Suas experiências incluem gestão internacional de pessoas, fornecedores e projetos. Professora da disciplina  "Gerenciamento de Sistemas Produtivos Inteligentes" do Curso de Engenharia de Produção da Mauá.

Disciplinas

Capabilidades Críticas da Indústria 4.0

32 h

Apresentar as transformações de impacto e quais estratégias podem ser adotadas nos novos modelos de negócios. Mostrar as tendências das indústrias em imediato, curto e médio prazo. Detalhar o perfil requerido dos profissionais para garantir sucesso no processo de implementação e sustentação das tecnologias digitais. Estudar e analisar casos práticos.

Competitividade dos Sistemas Produtivos

32 h

Apresentar o conceito de manufatura inteligente e as principais mudanças no modelo de gestão dos negócios e das indústrias advindas da sua adoção. Introduzir o conceito da indústria 4.0 por meio da linha cronológica das revoluções industriais e apresenta o atual cenário industrial Brasileiro, frente aos demais países. Identificar quais são as tecnologias digitais disponíveis e suas tendências num prazo de curto e médio prazo. Contextualizar quais são as oportunidades e riscos dos impulsionadores frente à competitividade global, detalhada nos Relatórios do Fórum Econômico Mundial. Estudar e analisar casos práticos.

Engenharia de Sistemas & Tecnologia da Informação

36 h

Destacar a importância dos dados para gerir uma indústria e definir novos modelos de negócios. Introduzir mecanismos para coleta de dados em tempo real por meio de sensoriamento de instalações. Apresentar ferramentas de análise de dados coletados em diferentes quantidades e situações. Estudar e analisar casos práticos.

Gestão das Operações: da Eficiência à Eficácia dos Sistemas Produtivos

20 h

Preparar os profissionais para compreenderem os conceitos básicos da metodologia Lean Menufacturing (um dos pré-requisitos para a implementação das soluções digitais) e como utilizá-los para melhorar o desempenho dos processos. Auxiliar a resolver problemas localizados em sua própria área de negócios. Estudar e analisar casos práticos.

Corpo Docente

Antonio Carlos Dantas Cabral

Doutor em Engenharia de Produção pela USP. Mestre em Food Science - RUTGERS - The State University of New Jersey. MBA em Marketing pela FGV. Engenheiro de Alimentos pela Unicamp. Experiência como gestor de desenvolvimento de sistemas de embalagem em grandes empresas.

Camilla Dojicsar Alves de Macedo

Mestranda em Engenharia Mecânica na FEI, pós-graduada em Gerenciamento de Projetos pela USP e graduada em Engenharia de Produção pela FEI, atuou em diferentes departamentos industriais como Indústria 4.0, otimização de processos, engenharia de projetos, produção, sistemas de qualidade, EHS, inovação, gestão do conhecimento e TI. Suas experiências incluem gestão internacional de pessoas, fornecedores e projetos. Professora da disciplina  "Gerenciamento de Sistemas Produtivos Inteligentes" do Curso de Engenharia de Produção da Mauá.

Daniel Kashiwamura Scheffer

Bacharelado e mestrado em Estatística com a graduação e a pós-graduação obtidas no Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME-USP). Professor dos cursos de Administração e Engenharia do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (CEUN-IMT). Tem grande experiência em análise de dados.

Fabiana Giusti Serra

Mestra em Engenharia de Produção. Engenheira Mecânica pelo Centro Universitário da FEI (2001). Professora no curso de graduação em Engenharia de Produção no IMT. Professora do curso de Engenharia de Produção e na MBA em Lean Manufacturing da UNIP. Professora convidada no Curso de Administração da FECAP. Experiência profissional de mais de 15 anos em excelência operacional e gestão de sistemas de qualidade e meio ambiente nos segmentos automobilístico e eólico. Consultora de indústria e serviços em implementação de Lean Manufacturing e sistemas da qualidade.

Jose Antonio Franco Ferrari

Mestre em Gestão Integrada (Senac), pós-graduado em Administração de Empresas (USP), graduado em Engenharia Química (UNICAMP), Especialização em Gerenciamento de Operações e Redução de Perdas (ILCI – USA) e Black Belt (Dow – USA). Gestor em diferentes culturas e diferentes empresas no Brasil e no exterior, liderando a implementação de Times de Alta Performance e de mudança organizacional e cultural (Empowerment). Experiência em otimização de processos produtivos, Supply Chain e EHS. Atualmente é Diretor de Projetos de Excelência Operacional e da implementação da Industria 4.0 na Symnetics Consultoria.

Mauro José Sandri

Engenheiro eletricista pela Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS), 1982; pós-graduado em administração de empresas pela Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP), 1992; especialização em gestão da inovação Open Innovation pela Escola Politécnica da USP, 2010. Durante 25 anos atuou na Festo Brasil como responsável pelas áreas de projetos de sistemas de automação, inovação tecnológicos e P&D. Possui experiências profissionais nos segmentos automotivo, alimentício e em indústrias de transformação. Consultor especialista do Centro de Pesquisas do Instituto Mauá de Tecnologia em IoT e tecnologias de sensoriamento de máquinas e equipamentos industriais.

Tiago Sanches da Silva

Engenheiro Elétrico - ênfase em Computação pelo Instituto Mauá de Tecnologia. Mestre em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo. Professor do Curso de Engenharia da Computação do Instituto Mauá de Tecnologia. Pesquisador no laboratório Núcleo de Sistemas Embarcados do Centro Universitário da Mauá. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase Inteligência Artificial e ciência de dados aplicada, arquitetura web para aplicações na nuvem e sistemas microcontrolados.

Vivian Borges

Bacharelado e Licenciatura Plena em Química pelo Centro Universitário Fundação Santo André.  Especialização em Cosmetologia pelas Faculdades Oswaldo Cruz. Mestrado em Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos pelo Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia. Microempresária. Professora visitante da CINTEP/PB, SENAC /SC e IMT/SP. Consultora na área de química, com ênfase em cosmetologia, focada em educação, engenharia de produção e indústria cosmética.

Wânderson de Oliveira Assis

Bacharelado em Engenharia Industrial Elétrica pelo Instituto Católico de Minas Gerais, mestrado em Engenharia Elétrica pela Escola Federal de Engenharia de Itajubá e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas.  Professor titular do Instituto Mauá de Tecnologia onde coordena o curso de Engenharia Eletrônica além dos cursos de Pós-Graduação em Engenharia de Controle de Processos Industriais e Automação Industrial. Tem grande experiência em sistemas de controle, automação industrial, robótica autônoma, IoT (Internet of Things), inteligência artificial (redes neurais e lógica fuzzy), eletrônica embarcada, tecnologia assistiva e laboratórios remotos (WebLabs).

>