Passo a Passo da Mobilidade Acadêmica

Informações gerais

Seguem algumas informações importantes para a realização da mobilidade acadêmica. Aqui vamos explicar um pouco de como são as etapas até a sua ida para o exterior. Antes, veja algumas informações importantes: 

Custos

Alunos que participam de mobilidade acadêmica podem, eventualmente, estar sujeitos a taxas na universidade de destino.
O aluno está isento de mensalidades por parte da universidade parceira, mas as despesas referentes à viagem e manutenção do custo de vida como: acomodação, alimentação, seguro, bilhete aéreo e visto, entre outros, são sempre de responsabilidade do aluno.
O custo de vida estimado calculado para todos os destinos é de 1000 dólares ao mês. Vale destacar, trata-se de uma estimativa apenas que depende muito do perfil de cada aluno.

Benefício da Interrupção de Curso

Todo aluno da Mauá em mobilidade acadêmica tem o benefício da interrupção do curso, que o mantém vinculado à Mauá, no entanto isento do pagamento de mensalidades pelo período de estudo no exterior. Esse é um benefício da instituição permite ao aluno concentrar-se nas despesas logísticas da mobilidade. 
 A interrupção de curso é solicitada diretamente na Secretaria, com uma carta de aceite da universidade estrangeira em mãos. É mandatório não possuir débitos com a Mauá para receber o benefício.
A interrupção vai congelar a situação acadêmica e financeira do aluno pelo período de um ano, ou seja, se o aluno pedir a interrupção no dia 20 de janeiro de 2024, voltará a estudar na Mauá em 20 de janeiro de 2025. 
* Os cursos de engenharia do IMT são anuais, portanto alunos que participem de qualquer tipo de mobilidade acadêmica deverão interromper os estudos por 01 ano.
Ver mais em: https://www.maua.br/graduacao/relacoes-internacionais/guia-de-mobilidade-academica

 

Aproveitamento dos estudos

O aproveitamento dos estudos é uma prerrogativa da coordenação. Recomendamos, portanto, o alinhamento entre as disciplinas disponíveis na universidade de destino com a coordenação de seu curso. Esta é uma etapa sugerida do processo de inscrição para a mobilidade.
Os alunos em situação de interrupção da matrícula, em princípio, retomam seus cursos no ponto exato em que solicitaram o benefício. É a partir desse ponto que formalmente se solicita o aproveitamento de matérias via secretaria. Entretanto, como o alinhamento com a coordenação é parte sugerida do processo de inscrição na mobilidade, é esperado que todas as partes envolvidas já tenham clareza sobre quais disciplinas serão, de fato, aproveitadas.

 

Passo a passo da Mobilidade Acadêmica

Passo 1 – Inscrição Online

O primeiro passo é a inscrição no site da Mauá. 
As oportunidades divulgadas em “Oportunidades Abertas” são isentas de custos de matrícula e mensalidades na universidade de destino. Em alguns casos, no entanto, apenas taxas administrativas podem ser cobradas, a depender da universidade. Com isso, por conta do Benefício da Interrupção de Curso que o IMT oferece, o aluno ficará inseto de custos tanto na Mauá quanto na universidade no exterior.    
Todas as oportunidades possuem limitação de vagas, sendo necessária uma seleção prévia da Mauá com os alunos inscritos. Em linhas gerais, o que avaliamos nesse ranking:
  • Bom desempenho acadêmico, avaliado pelo Coeficiente de Rendimento. É elaborada uma ponderação em relação ao CR e o desempenho médio de cada curso, para que haja equilíbrio na seleção.
  • Proficiência no idioma em que a universidade ministra os cursos. Cada instituição tem uma exigência específica com relação à proficiência do idioma, em muitos casos, certificações como DELF, TOEFL, IELTS, DELE. A recomendação é que esse certificado tenha menos de dois anos.
  • Também é considerada, como diferencial, a participação em atividades no IMT como Monitoria e Iniciação Científica, GCSP e equipes de competição acadêmica
Os resultados serão informados via e-mail, em alguns dias após o fechamento das inscrições. 
O aluno pode se inscrever em quantas oportunidades desejar. É possível e recomendável indicar a preferência no momento da inscrição.
Dicas:
  • Entre no site das universidades parceiras e pesquisa sobre seu perfil
  • Após a inscrição, esteja atento ao e-mail! 

Passo 2 – Nomeação

Após a devolutiva das inscrições, é necessária a confirmação por parte dos alunos selecionados, respondendo o e-mail até a data limite indicada. Os alunos que não se manifestarem no prazo, estarão sujeitos a perda da vaga. Recomendamos que os interessados, assegurem-se da possibilidade de participar do programa, pois as vagas são limitadas e a desistência tardia (após a nomeação) impede a possibilidade de indicação de outro aluno. 
Nessa etapa, enviaremos um documento com o passo a passo dos processos de Inscrição e Nomeação, que contém todos os documentos, datas e links da universidade e deverá servir de consulta para o aluno durante todo o processo.  Também, é promovida uma conversa para explicar como será o processo.  Os alunos não selecionados, eventualmente, terão a possibilidade de inscrição em vagas remanescentes de outras universidades.
Depois da confirmação, entraremos na fase de Nomeação. A assessoria de Relações Internacionais vai entrar em contato com cada universidade para informar quais serão os alunos que realizarão a mobilidade. Por fim, cada universidade seguirá seu procedimento, sendo que na maior parte dos casos, ela entrará em contato direto com o aluno para finalizar a inscrição.

Passo 3 –Inscrição

Cada universidade contará com seu próprio processo de inscrição, a ser indicado especificamente aos alunos interessados, incluindo todos os documentos necessários, datas e links úteis. Em linhas gerais, os seguintes documentos podem ser solicitados:
  1. Contrato de estudos (Learning agreement ) – Aqui o aluno deve consultar seu coordenador de curso e apresentar as disciplinas disponíveis na universidade.
  2. Transcrição de Registos / Histórico Escolar - Deve ser solicitado na secretaria e se for necessário tradução juramentada é dever o aluno buscá-la.
  3. Carta de Motivação e/ou Recomendação – Texto escrito pelo aluno sobre o porque deseja estudar naquela universidade.
  4. Cópia do Documento Legal de Identificação (usualmente o passaporte)
Algumas usam um sistema online para o preenchimento das informações, outras pedem que os documentos sejam enviados via e-mail. Algumas pedem mais documentos, outras menos. Cada processo é diferente, por isso, aguarde ser selecionado e orientado pela equipe de relações internacionais.
A universidade vai estipular um prazo para o envio desses documentos, é importante cumprir com as datas.
Alguns documentos devem ser assinados pelo coordenador/ assessor/ responsável pela Mobilidade, o aluno poderá nos enviar por e-mail ou trazer pessoalmente na sala de Relações Internacionais (Bloco Q).
Dica: Estaremos sempre à disposição para auxiliar os alunos, mas contamos com a autonomia e a responsabilidade no cumprimento das datas limites e na leitura dos documentos e informações indicadas.

Passo 4 – Após o Envio dos documentos

Após o envio dos documentos a universidade deve entrar em contato dentro de seu prazo próprio de inscrições, e deverá enviar a Carta de Aceite e mais informações praticas da viagem:

Carta de Aceitação ou Aceite:

é uma carta que comprova que o aluno foi aceito para cursar aquele período no exterior. O aluno precisará, obrigatoriamente, da carta para o visto e para interrupção de curso.

Questões práticas da viagem:

Visto, acomodação, passagens áreas e outras questões práticas da viagem são de responsabilidade do aluno. No entanto, os alunos terão orientação básica, oportunamente, para todas essas questões durante o processo pela própria universidade de destino. 

*Não se recomenda nenhum tipo de reserva de acomodação e bilhete aéreo antes de ter em mãos a carta de aceite e o visto de estudos. 

*Não se recomenda entrar, em nenhum país, com o visto de turista

*Recomendamos, mesmo quando não solicitado pela universidade, que o aluno tenha um seguro que cubra todo o período da viagem.

 

Caso haja qualquer dúvida, não hesite em nos procurar.

Atenciosamente,

Equipe de Relações Internacionais.