Aplicação de Processos Oxidativos Avançados

Grupo de Pesquisa: Aplicação de Processos Oxidativos Avançados.

Local: Laboratório de Processos Oxidativos Avançados (J-203).

Professores pesquisadores:

Profª. Drª. Celize Maia Tcacenco (celize.tcacenco@maua.br)
Prof. Luis Geraldo Cardoso dos Santos (lgcsanto@maua.br)
Prof. Dr. José Luiz Fejfar (joseluiz@maua.br) - Interlocutor

Descrição: Os Processos Oxidativos Avançados (POA) constituem metodologias alternativas aos tratamentos convencionais de água, particularmente na remoção da matéria orgânica recalcitrante. Nos POAs a matéria orgânica poluente é eliminada do meio aquoso por meio da ação de radicais hidroxila que são altamente oxidantes. Os trabalhos de pesquisa desenvolvidos têm por objetivo o estudo da aplicação de POAs em reatores em batelada ou contínuo, em escala de laboratório efetuados, normalmente, por meio de simulação da contaminação do meio aquoso com o poluente a ser estudado, cuja metodologia de geração dos radicais hidroxila usada nesses estudos é o processo foto-Fenton: geração dos radicais livres em sistema redox empregando-se Fe2+(aq) em meio acidificado e H2O2 sob irradiação UV. Os projetos desenvolvidos visam o estudo da influência de variáveis reacionais na eficiência do POA, na remoção do poluente orgânico, como: a quantidade de agente oxidante e dos íons ferrosos empregados, e a irradiação e temperatura do meio reacional. A eficiência do processo é avaliada pela remoção do poluente, pela remoção do carbono orgânico do meio reacional na forma de dióxido de carbono, e por meio de cinética de reação e pelos custos envolvidos no processo.

Principal linha de pesquisa: Aplicação do processo foto-Fenton no tratamento de água contaminada por poluentes orgânicos.

Principal projeto de pesquisa: Avaliação do desempenho de processo oxidativos avançados no tratamento de água contaminada com 5-cloro-2-(2,4-diclorofenoxi)fenol ou triclosano.