Com objetivo de estudar biorreatores aplicados ao tratamento de águas residuárias industriais

São Paulo, fevereiro de 2017 - Há 19 anos o Laboratório de Engenharia Bioquímica do Instituto Mauá de Tecnologia realiza pesquisas que auxiliam na busca de soluções de problemas presentes no dia a dia da sociedade e do meio ambiente. Entre os trabalhos desenvolvidos no Laboratório, a pesquisa de Produção de Metano pelo Tratamento Anaeróbio de Resíduos Agroindustriais em AnSBBR, recebeu neste mês, como forma de incentivo, recursos para realizar investigações científica e tecnológica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq.

O trabalho tem como objetivo estudar biorreatores aplicados ao tratamento de águas residuárias industriais - especificamente da agroindústria - um importante seguimento econômico no Brasil. Com o estudo, será possível levantar informações obtidas em laboratório para a utilização em projetos de escala industrial.

Para o professor e pesquisador do Instituto Mauá de Tecnologia, José Alberto Domingues Rodrigues, o projeto também tem uma finalidade ainda mais importante. "Além do benefício para o setor, a execução desse projeto ger um incentivo aos alunos da graduação e da pós-graduação da Mauá que participam desse projeto, de extrema importância não só para a instituição, mas, também, para o cenário de profissionais qualificados no mercado brasileiro", diz Rodrigues.

Além do Laboratório de Engenharia Bioquímica do Instituto Mauá de Tecnologia, a pesquisa também conta com a parceria da instituição Alemã, Berlin University of Technology.