No Brasil, a Mauá é a única instituição responsável pela Engenharia do projeto

São Paulo, agosto de 2017 - O Núcleo de Sistema Eletrônicos e Embarcados - NSSE  do Instituto Mauá de Tecnologia foi escolhido para participar da construção de um dos maiores e mais sofisticados telescópios do mundo. Com um custo de aproximadamente 1,2 bilhão de euros e previsão de operação para 2024, o projeto começou em julho deste ano, numa montanha no Deserto do Atacama, localizado no Norte do Chile. Além do Brasil, outros países da Europa estão envolvidos na ação:  Itália, Alemanha, França, Espanha, Holanda e Portugal.

Aqui no Brasil, a Mauá foi escolhida para cuidar de uma parte do projeto de Engenharia de Software do telescópio, isto é, para colaborar na especificação da arquitetura em alto nível do software TDCS (Technical Detector Control System) que controlará câmeras técnicas a serem acopladas a um instrumento denominado HIRES (HIgh REsolution Spectrograph), também em desenvolvimento, e que permitirão, entre outras tarefas, a localização de alvos no espaço para se iniciar uma observação.

O projeto foi coordenado pelo professor Vanderlei Cunha Parro e desenvolvido pelos professores Marco Antonio Furlan de Souza e Sergio Ribeiro Augusto, do Núcleo de Sistema Eletrônicos Embarcados do Instituto Mauá de Tecnologia. A entrega e apresentação da documentação desenvolvida foi feita pelo professor Marco Antonio Furlan de Souza,  durante encontro técnico com a equipe do projeto HIRES (3rd HIRES System Week), realizado na sede da ESO em Garching, Munique, de 28 a 30 de julho de 2017.

"O que todas as equipes de desenvolvimento produziram nesse projeto foi denominado de Fase A. Trata-se de especificações que guiarão a construção do instrumento HIRES. A Mauá marcou sua presença nesta primeira fase com o desenvolvimento de uma especificação que será utilizada como base para a implementação do software TDCS executado no equipamento HIRES do telescópio ELT a ser implementado futuramente", comenta o professor do Instituto Mauá de Tecnologia, Marco Antonio Furlan de Souza.

Para mais informações sobre o projeto, acesse: https://www.eso.org/public/brazil/teles-instr/elt/

Informações para a Imprensa: 

RMA Comunicação - Assessoria de Imprensa do Instituto Mauá de Tecnologia

Lis Assis (lis.assis@rmacomunicacao.com.br) (11) 2244.5922/ 95043.5811

Francine Vechio (francine.vechio@agenciarma.com.br) (11) 2244.5947