Perfil do Egresso

A Mauá foge do básico e visa ampliar a capacitação do seu profissional para formações críticas e criativas na sua área de atuação. Como engenheiro químico, o Instituto Mauá pretende gerar:

  1. uma cultura científica suficientemente ampla que lhe permita dominar uma especialização de seu interesse e lhe confira aptidão de aplicar as novas conquistas científicas ao aperfeiçoamento das técnicas e do progresso industrial;
  2. uma sólida formação técnica lastreada na prática de trabalhos experimentais e sua interpretação;
  3. uma cultura geral que lhe permita não só desenvolver o espírito de análise, mas também uma mentalidade de síntese, com abertura de amplas perspectivas sobre os problemas da gestão administrativa e de relações humanas;
  4. uma visão das consequências sociais de seu futuro trabalho como engenheiro e prepará-lo para a solução dos problemas de natureza social delas decorrente;
  5. uma formação alicerçada numa estrutura de conhecimentos que lhe proporcione uma rápida adaptação às situações de demanda e constantemente ávida por novas realizações de interesse social e humano.

Resulta daí que o engenheiro mauaense é um profissional altamente qualificado para aliar ao espírito de concepção e de pesquisa - e do gosto pela experiência - o senso de realizações concretas que devem atender às necessidades e ao bem estar do homem durante toda sua carreira.